sábado, fevereiro 28, 2009

Ressaca pós laboral

2 Já comentaram a caixa
Para quê gastar tempo a curar a ressaca do trabalho de uma semana stressante, quando se pode juntá-la a uma alcoolica e ficar o dia todo na cama!

segunda-feira, fevereiro 23, 2009

Divagação de Terça-feira à noite...

4 Já comentaram a caixa
Depois de virem de mais uma animada festa de Eramus na Be Cool, Pandora, Héspera e Láquisis resolveram ter uma conversa geográfica sobre as pessoas que conheceram...

L. - Aquele gajo com quem estava a falar era de Bruxelas. Onde fica isso mesmo?

H. - Eu conheci um gajo daquele sítio na América com um nome começado por C.
L. - Tenerife!
H. - Não, começa por um C. e não é Califórnia.
P. - Canárias!
H. - Não!!! Opa... Ah é Caraíbas!
P. - Pois Láquesis vindo de quem não sabia onde era Amesterdão...

terça-feira, fevereiro 17, 2009

A velhinha inofensiva...

4 Já comentaram a caixa
Hoje quando Pandora foi ao supermercado encontrou uma situação muito caricata. Enquanto comprava pão apercebeu-se de uma velhinha que saía do supermercado com as suas comprinhas (note-se que ir ao supermercado logo de manhã num dia de semana, é quase igual a visitar um lar de velhinhos), tudo parecida decorrer normalmente quando a velhinha começou a apitar no controle de segurança. O segurança dirigiu-se a esta e disse gentilmente que teria que a revistar, ao que a senhoria simpaticamente responde:
Era o que me faltava! Você não me toca nem me vai ver a mala coisa nenhuma!
O segurança tocou-lhe no braço e tentou explicar-lhe que teria que ver a sua mala. A velhinha deu-lhe um estalo e saiu do supermercado!

domingo, fevereiro 15, 2009

Ode ao Caga Tacos

5 Já comentaram a caixa
Da Láquesis, Héspera e Pandora com amor:

"Quando passamos por ti
Mandas um olhar fulminante,
Esso resulta en mi
Um amor fulmegante.

Esse cabelo oleoso
Reluz a alta distânica
É por seres tão seboso
Que te damos importância.

Será possivel? Digo eu
Em encontros tão fugazes,
Nutrir um amor como o meu?
Será que somos capazes?

Do fundo do meu coração
Rezo que respondas que não
E do fundo do meu ser
Desejo que te vás f*der!"


Este poema não é nem da minha autoria nem da autoria de Pandora, é da autoria de Láquesis quando a uma personagem da turma de Pandora e Héspera, mas um dia explicarei estes amores!

sábado, fevereiro 14, 2009

Ode ao dia dos namorados

7 Já comentaram a caixa
Hoje a Pandora vai escrever na primeira pessoa:
"Detesto o dia dos namorados,
porque para as discotecas não se pode sair,
as festas são para solteiros engatarem
para não deprimir!

Detesto o dia dos namorados,
porque os casais só sabem enjoar,
e os que não enjoam por e simplesmente deixam passar
e acabam a magoar!

Detesto o dia dos namorados,
porque quem não celebra o amor
tenta encontrar alguém nesse dia
para libertar o sexual odor!

Detesto o dia dos namorados,
porque não significa para todos o mesmo...
uns querem celebrar
outros nem lembrar!

Detesto o dia dos namorados,
porque de uma maneira ou de outra alguém se magoa,
Detesto o dia dos namorados,
Porque não há dia dos amigos,
Detesto o dia dos namorados,
Porque às vezes parece o dia dos vencidos!

Detesto o dia dos namorados,
Porque na realidade
duas festas se fazem sempre celebrar
A festa do semaforo
E a da porca-e-parafuso
Se o amor fosse assim tão fácil de encontrar,
Para o ano todos com namorado iriamos andar!





E é por isso que a todas as solteiras eu digo:
Hoje à noite mandem com a bebida às fuças dos gajos que vos tentarem engatar,
pois só estão a tentar pinar!"

sexta-feira, fevereiro 13, 2009

Conversas de uma aula de TV

0 Já comentaram a caixa
Enquanto Pandora estudava para linguagem de televisão veio mostrar-me uns apontamentos muito interessantes de uma aula que se tratavam da seguinte conversa:
Vocês agora têm um congelador do tamanho do mundo! - Láquesis
Sim, dantes cabia lá um bife, agora cabe lá uma vaca! - Héspera
Vou começar a comer café! - Pandora

quarta-feira, fevereiro 11, 2009

Sobre as espanholas...

2 Já comentaram a caixa
Andava Pandora a passear com Adônis, quando a Pandora resolveu explorar um shoping que se erguia no horizonte, ao entrar Adônis ficou na rua a tirar fotografias ao edifício em frente...
Assim que entrou passaram duas raparigas por ela, e ouviu-as comentar:
As espanholas são mesmo oferecidas, olha-me para o tamanho do vestido daquela!
Pandora como a boa cusca que é olhou em voltou à procura da tal espanhola, quando percebeu que só estava ali à porta ela de vestido!!!

domingo, fevereiro 08, 2009

O poder do pensamento

3 Já comentaram a caixa
Pandora quando era pequena tinha uma certa alergia a calças, então fosse dia ou noite, Inverno ou Verão Pandora vestia sempre saias... e só vestiu as primeiras calças aos 13 anos!
Na Escola Primária os rapazes divertiam-se a levantar a saia de Pandora, e esta chateada corria atrás deles para lhes bater, acontece que a raiva que ganhou aos rapazes era tanta que bastava um olhar para ela e ela já estava a "chegar-lhe a roupa ao pêlo".
Uma vez, enquanto descia as escadas para o intervalo, empurrou um colega pelas escadas a baixo. A professora chateada com Pandora confrontou-a:
Pandora porque empurras-te o teu colega das escadas?
Porque me ia a levantar a saia! - Respondeu Pandora prontamente
Não ia nada! Nem ao pé de ti me cheguei! - Defendeu-se o seu colega
Mas pensas-te!

sábado, fevereiro 07, 2009

Infortunios...

1 Já comentaram a caixa
Pandora pergunta a Adônis se quer uma carteira nova nos anos, uma vez que a sua está meia estragada, Adônis recusa...
Pandora compra uma carteira nova para si...
Minutos depois apercebe-se que perdeu a de Adônis...

sexta-feira, fevereiro 06, 2009

Amuo Virtual

2 Já comentaram a caixa
Hoje queria abrir uma caixa mais antiga, mas a Internet não me deixa, por isso para que conste estou amuada criativamente...
E a Pandora está amuada "reconhecidamente" (a palavra não deve existir, assim como a referência a Pandora em certas actividades)...
Tenho dito!

quinta-feira, fevereiro 05, 2009

Solidariedade feminina

4 Já comentaram a caixa
Héspera faz uma tatuagem no pé, umas horas depois o pé de Pandora incha!

quarta-feira, fevereiro 04, 2009

Ensinamento da estéticista

6 Já comentaram a caixa


Numa das suas idas à esteticista Pandora deparou-se com a seguinte questão (provinda da senhora que gentilmente lhe torturava várias partes do corpo ao arrancar os pelos com cera):
- Também quer que lhe tire os pêlos do rego?
Pandora com o mesmo pânico de quando a gentilo senhora se ofereceu para lhe tirar os pêlos dos dedos dos pés, respondeu:
- Não, obrigada, eles estão lá muito bem.
A senhora fez um sorriso maroto e disse:
- Mas olhe que o sexo é melhor sem eles!!!

terça-feira, fevereiro 03, 2009

Os sociopatas

6 Já comentaram a caixa

Quando Pandora e Selene fizeram a sua primeira reportagem para rádio escolheram um tema pouco comum... O sociopatismo...
A reportagem falava sobre o que era o sociopatismo e sobre um pequeno sociopata...
Depois de receberem a sua nota, Pandora foi falar com o professor sobre a nota e sobre os erros da reportagem, a opinião do professor foi deveras caricata:
Uma reportagem serve para informar e entreter as pessoas, não fazer com que estas tenham medo de vocês! Aquela música do psico sempre que o miúdo fazia algo, fazia-me imaginar facas a caíem na minha cabeça e cheguei mesmo a pensar quem seria o sociopata se o miúdo se vocês as duas!!!

domingo, fevereiro 01, 2009

Starbucks II - O termo

4 Já comentaram a caixa
Como não há primeira parte sem segunda, aqui vai a segunda experiência com o Starbucks da esquina ao pé da casa de Pandora. Há várias semanas que Héspera e Pandora andavam a "namorar" os termos do Starbucks, e Héspera resolveu oferecer um a Pandora como prenda de Natal... Acontece que Pandora lhe estragou as ideias e foi com ela ao Starbucks naquele dia, Héspera comprou o termo e deu-o imediatamente a Pandora... Pandora toda contente abraçou
Héspera e deu-lhe um beijinho...
Logo em seguida só ouviram:
Que queridas!!! - Olharam e era o empregado que estava a olhar para elas como se fossem um casalinho de lésbicas fofinhas!
 

As Aventuras de Pandora Copyright © 2012 Design by Ipietoon Blogger Template